28/07/2017

Arbitragem terá atividades periódicas com a CBF por videoconferência

Capacitação tem o objetivo de padronizar os critérios com todos os profissionais

 |

A Comissão Nacional de Arbitragem da CBF fará periodicamente atividades com árbitros e analistas alagoanos de desempenho de campo por meio de videoconferência. O objetivo é padronizar os critérios de arbitragem com todos os profissionais brasileiros.

Na última terça-feira (25), aconteceu a primeira reunião, que envolveu todos os cinco árbitros e os nove assistentes do quadro da Senaf (Seleção Nacional de Árbitros de Futebol de Alagoas), no Colégio São Lucas, na Jatiúca. A CBF divulgará em breve o calendário com as datas e os horários da realização das novas videoconferências.

Para Charles Hebert, presidente da Comissão de Arbitragem da FAF (CA-FAF), as videoconferências trarão benefícios aos árbitros. “A arbitragem brasileira passa por um momento de inovação e adaptação às novas Regras. A todo momento existe dúvidas sobre determinado assunto. E as videoconferências da CBF vai aproximar ainda mais os árbitros e os analistas das ideias e do pensamento do que a CBF quer para a arbitragem nacional”.

As videoconferências são conduzidas pelo presidente da Comissão Nacional de Arbitragem da CBF, Marcos Marinho, e ministradas pelo diretor da Escola Nacional de Arbitragem (ENAF), Alício Pena Júnior, participação de Ana Paula Oliveira, Cláudio Cerdeira, Ricardo Almeida e José Roberto Wright.

Temas abordados nas videoconferências

Oito temas serão discutidos ao longo das videoconferências da CBF. Confira quais são:

1 - Entradas / Disputas - Imprudência, Temeridade, Jogo Brusco Grave, Conduta Violenta
2 - Mãos
3 - Faltas táticas
4 - Posicionamento - Deslocamento, Antecipação, Conhecimento tático
5 - Agilização dos reinícios de jogo
6 - Controle de jogo - combate às reclamações e atitudes antidesportivas
7 - Cores e utilização de uniformes
8 - Confecção de súmulas e relatórios

Implementação do Bastão

Em campo para auxiliar as tomadas de decisão, o árbitro adicional ganhou um novo instrumento de trabalho. Para aprimorar a comunicação entre a equipe de arbitragem, o bastão contém um bip que, quando acionado, emite um alerta ao árbitro principal. Presidente da Comissão Nacional de Arbitragem, Marcos Marinho, acredita que a nova ferramenta contribuirá para a dinâmica do espetáculo.

"A mesma coisa que o assistente utiliza para avisar o árbitro de um lance importante, os adicionais também estão usando esse bastão em que eles acionam através de um bip. Algum lance que ele tenha visto e o árbitro não tenha observado, o adicional vai chamar a atenção do árbitro. É um instrumento que assessora o árbitro com relação à comunicação de um lance que seja rápido para que ele possa tomar a decisão de uma forma mais correta possível", explicou o Presidente da Comissão de Arbitragem da CBF, Marcos Marinho.

Com informações da CBF

...

Siga-nos nas redes sociais
Autor: FAF

Próximos jogos

Próximos jogos
 
 
26/08 às 15h:00 STC x SET
27/08 às 15h:00 DSA x AGR
27/08 às 15h:00 CSA x IAC
27/08 às 15h:00 STC x UDA
10/09 às 15h:00 IAC x SDM

Classificação

Campeonato Alagoano Feminino (Primeira fase)